Romeu Zema participa da abertura da Semana do Meio Ambiente 2020

Escrito por em 04/06/2020

O governador Romeu Zema participou na manhã desta quarta-feira (3/6) da abertura, por videoconferência, da Semana do Meio Ambiente 2020, que tem como tema principal o “Desenvolvimento de uma economia verde pós-pandemia: direções e tendências”. Romeu Zema destacou os avanços do Estado na conciliação do desenvolvimento econômico com a preservação ambiental e os desafios para seguir avançando na legislação.

“Avançamos muito na desburocratização, com a eliminação trâmites internos dispensáveis. Isso resultou em uma grande queda na fila dos processos ambientais. Ganhamos em agilidade, mas isso não quer dizer irresponsabilidade. Além disso, avançamos muito na questão da digitalização, que está totalmente de acordo com o nosso mundo e o atual momento da pandemia”, afirmou o governador.

Conversão de multas

Zema ainda lembrou os investimentos realizados em energia renovável e no programa de conversão de multas em serviços ambientais. A proposta estabelece que até 50% dos valores devidos de multas simples poderão ser aplicados em financiamento de projetos de reparação ambiental.

“A conversão de parte das multas em projetos de preservação e reparação ambiental foi um grande avanço. Minas também tem investido em energia renovável. Temos, hoje, o maior parque de geração fotovoltaica do Brasil. É possível conciliarmos a preservação do meio ambiente com o desenvolvimento, basta aprimorarmos a legislação, a gestão e termos boa vontade. Sempre é possível avançarmos”, finalizou o governador.

Economia verde

O secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Germano Vieira, explicou que o objetivo do seminário é discutir a recuperação do desenvolvimento econômico após a crise do coronavírus, estimulando a economia verde, em consonância com os objetivos do desenvolvimento sustentável.

“O conceito de economia verde resulta na melhoria do bem-estar da população e de igualdade social por meio da geração de empregos, ao mesmo tempo que reduz os riscos ambientais e a escassez ecológica, buscando o equilíbrio entre as vertentes econômicas, social e ambiental”, explicou.

Também participaram da abertura o presidente da Fundação Estadual de Meio Ambiente (Feam), Renato Teixeira Brandão; o embaixador da União Europeia no Brasil, Ignacio Ybáñez Rubio; o deputado estadual e presidente da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, Noraldino Júnior; o presidente da Fiemg, Flávio Roscoe; o diretor-geral do Instituto Estadual de Florestas (IEF), Antônio Malard; a diretora-geral do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam), Marília Melo; e o secretário-executivo do Secretariado Regional do Iclei (Governos Locais pela Sustentabilidade) para a América do Sul, Rodrigo Perpétuo.

Fonte: Agência Minas


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]