Região começa vacinação em crianças de 3 a 5 anos

Escrito por em 27/07/2022

Municípios da região iniciam a vacinação contra a covid em crianças de 3 a 5 anos nesta semana. Em Itaú de Minas, a imunização começou nesta terça-feira, 26, em crianças de 3 anos imunossuprimidas e de 4 anos, e em Vargem Bonita, a vacinação está prevista para esta quinta-feira. Ontem, a Superintendência Regional de Saúde de Passos (SRS-Passos) fez uma reunião com representantes dos 27 municípios da região para tratar do assunto.

De acordo com a coordenadora da Vigilância Epidemiologia de Vargem Bonita, Elvira Madalena Almeida, o município tem em torno de 64 crianças com idade entre 3 e 5 anos e recebeu da SRS-Passos, inicialmente, 20 doses da Coronavac. O medicamento será divididos entre 1ª e 2ª doses. “Serão vacinadas crianças com idade entre 4 e 3 anos, começando ‘de cima para baixo’, com as de 4 anos”, afirma Elvira. Segundo ela, também estão sendo vacinadas crianças que já completaram 5 anos com o imunizante da Pfizer (1ª e 2ª doses).

Em Cássia, segundo a enfermeira do Centro Integrado de Saúde e referência técnica da Sala de Imunização, Priscila Pescara, o município recebeu 80 doses, que equivale a cerca de 7% do público-alvo, e vai começar a vacinação em imussuprimidos sendo 40 para a primeira aplicação e 40 para a segunda. De acordo com Priscila, o município ainda não recebeu a planilha oficial com o número de crianças com idade entre 3 e 4 anos, mas a estimativa é que haja cerca de 400.

Em Itaú de Minas, a secretária de Saúde do município, Emilaine Pereira, disse que já estão sendo vacinadas as crianças de 3 anos, imunocomprometidas e as de 4 anos. Segundo ela, a secretaria aguarda o recebimento de mais vacinas para ampliar a imunização.

Em Passos, segundo informações da prefeitura, ainda não há previsão de quando deve começar a vacinação nessas faixas etárias.

De acordo com nota técnica divulgada Ministério da Saúde na semana passada, a ordem de vacinação das crianças entre 3 e 5 anos deverá seguir com a primeira dose da Coronavac inicialmente em crianças imunocomprometidas, depois seguindo a faixa etária de 4 e 3 anos. O intervalo entre a primeira e segunda dose deve ser de 28 dias.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) informa que casos com doença grave e mortes por covid-19 em crianças e adolescentes são menores em comparação com faixas etárias mais avançadas. Segundo a OMS, desde o começo da pandemia até 25 de outubro de 2021, as crianças menores de 5 anos representam 2% (1.890.756) dos casos e 0,1% (1.797) das mortes registradas no mundo.

Eficácia

Estudo realizado por pesquisadores do Chile sobre a efetividade da vacina Coronavac em crianças de 3 a 5 anos aponta eficácia de 38,4%. A pesquisa foi feita com 490 mil crianças com esquema de vacinação de duas doses, entre 6 de dezembro de 2021 e 26 de fevereiro de 2022. A eficácia estimada da vacina foi de 38,4% contra a covid-19, 64,6% na prevenção de hospitalização e 69,0% na prevenção a atendimento em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). As reações, de modo geral foram, consideradas leves e os resultados mostraram que a vacina é importante para diminuição das doenças graves.

Vacinação pediátrica

A vacinação pediátrica das crianças maiores de cinco anos já acontecia na região. Conforme dados do Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) 28.843 crianças receberam a primeira dose, 20.065 já estão com a segunda dose aplicada e 94 tomaram a dose reforço.

Fonte: Folha da Manhã


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]