Presos os envolvidos na execução de homem durante culto em São Sebastião do Paraíso

Escrito por em 12/07/2022

Quatro homens foram presos na manhã desta segunda-feira,11, em Teófilo Otoni no Leste de Minas, acusados do envolvimento na morte de Kauê Alves dos Santos, de 26 anos. O crime ocorrido na noite de domingo,10, chocou moradores do bairro João XXIII em São Sebastião do Paraíso. Kauê participava de um culto na Igreja Comunidade Evangélica Rhema, foi executado com três tiros a queima roupa. O autor dos disparos é desconhecido da comunidade e fugiu em seguida em um carro preto tomando rumo ignorado.

O crime foi registrado na Rua Izoldina Cândida de Jesus, no bairro João XXIII, por volta das 20 horas do domingo. Segundo informações o atirador teria entrado na igreja e foi direto em direção a vítima que estava sentada na parte de frente do templo. Ao aproximar-se sacou da arma e efetuou três disparos de pistola .40. Os tiros atingiram a região da cabeça da vítima que teve morte instantânea.

Uma testemunha disse que o autor teria cumprimentado uma pessoa ao entrar na igreja. Em seguida caminhou em direção a vítima, pediu para que as demais pessoas se afastassem e efetuou os tiros. Com os disparos houve um grande tumulto e correria pela igreja por parte dos demais fiéis que se assustaram e ficaram com medo da ação.

Após a ação criminosa o autor saiu do local e adentrou em um veículo preto e tomou rumo ignorado. Detalhe que chamou a atenção é de que o atirador entrou na porta da frente do veículo que saiu com os faróis apagados. A Polícia Militar foi acionada registrou Boletim de Ocorrência e fez buscas nas imediações, mas não obteve informações sobre o paradeiro do atirador. Há suspeitas de que o crime foi encomendado, como queima de arquivo ou vingança.

O corpo da vítima foi removido pela funerária e encaminhado para o Posto de Perícia Integrada onde seria realizada a autópsia. A perícia técnica da Polícia Civil compareceu ao local para os trabalhos de praxe. Kauê Alves dos Santos é natural do estado do Tocantins e há pouco tempo estava residindo em Paraíso. Um inquérito civil foi instaurado pela Polícia Civil de São Sebastião do Paraíso para apurar as circunstâncias do ocorrido e a possível motivação do homicídio.

O caso foi repassado para a Seção de Inteligência da polícia. Na manhã desta segunda-feira,11, por volta das 8 horas da manhã quatro pessoas envolvidas no crime e que estavam em fuga foram presas pela Polícia Rodoviária Federal, em Teófilo Otoni. Os acusados deverão ser recambiados para São Sebastião do Paraíso. Não foram divulgados detalhes sobre os suspeitos para não prejudicar o andamento das investigações que estão em andamento pela Polícia Civil.

TRAGÉDIA FAMILIAR
A morte de Kauê é mais um drama familiar ocorrido na cidade no intervalo de praticamente um mês. No dia 17 de junho, também no bairro João XXIII, uma criança de 7 anos teria encontrado uma arma de fogo dentro de casa e ao manuseá-la junto com outras crianças, foi atingida por um disparo acidental. A arma pertencia ao pai da criança que apesar de ter socorrido o menino, encontra-se foragido. Conforme levantamento da polícia o homem possui mandado de prisão em aberto por um homicídio praticado na região nordeste.

A relação desde caso com o crime do domingo na igreja evangélica é que a vitima pertence a mesma família da criança. Kauê é tio por parte da mãe, da criança que se feriu e encontra-se em recuperação na Santa Casa de Misericórdia. A polícia irá investigar se há alguma ligação na execução de Kauê e o caso anterior, como queima de arquivo. As investigações seguem em andamento.


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]