Prefeitura de Passos divulga 2 óbitos e ocupação atinge 100% na enfermaria da Santa Casa

Escrito por em 13/01/2022

A Prefeitura de Passos divulgou, no boletim epidemiológico de ontem (11), mais duas mortes em decorrência da covid-19. Segundo o boletim, o número de óbitos passou de 322, na última terça-feira, para 324, nesta última quarta-feira.

Pelo segundo dia consecutivo, Passos registra mais de 400 novos casos de infecção pelo coronavírus. Segundo boletim epidemiológico divulgado pela prefeitura, nesta quarta-feira foram 427 registros e o município atingiu 14.237 ocorrências desde o início da pandemia de covid-19. Na última terça-feira, o município registrou 473 novos casos, segundo informações da prefeitura.

Desde o dia 3 de janeiro, já são 2.513 confirmações de infecção pelo coronavírus, o que faz de janeiro deste ano o mês com maior número desde o início da pandemia.

A Santa Casa de Passos atingiu 100% de ocupação nos 21 leitos da Enfermaria Covid-19 nesta quarta-feira. Segundo o hospital, Na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Covid-19, o índice subiu, ontem, para 40%, com quatro dos dez leitos disponíveis ocupados. Dos 25 pacientes que estavam em tratamento na Santa Casa nesta quarta-feira, quatro são crianças.

No último dia 4, a Santa Casa anunciou a redução no número de leitos para tratamento de covid-19 no município, que passaram de 85 para 31. Na Enfermaria Covid, as vagas diminuíram de 45 para 21 e, na UTI Covid, de 40 para dez. Segundo o hospital, a redução foi feita com base em determinação do governo estadual e do Ministério da Saúde.

O superintendente técnico do hospital, José Ronaldo Alves, afirma que, apesar do aumento no número de casos de covid, o hospital está preparado para atender as demandas relacionadas à doença e, caso sejam necessários mais leitos para atendimento da população, a instituição deve discutir o assunto com o governo estadual e municípios da região.

“Apesar da lotação na enfermaria e os registros na UTI, ainda mantemos os números de leitos reduzidos, que se mostram, até então, suficientes para atender a demanda do momento. Se forem necessários mais leitos, abriremos a discussão entre Estado e municípios, que são os gestores de saúde, para juntos chegarmos na melhor solução, uma vez que a questão da redução dos leitos de internação de covid, foram adequações feitas conforme as portarias do Ministério da Saúde”, disse.

“A Santa Casa reitera seu compromisso de cuidar da saúde da população e acompanhará o desenvolvimento dessa nova cepa ômicron para as possíveis adequações que se fizerem necessárias”, informa o hospital.
No hospital, os casos atendimentos de pessoas com sintomas gripais aumentaram cerca de 300% e o número de profissionais que têm adoecido aumentou.

Fonte: Folha da Manhã


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]