Novas urnas começam a chegar aos Cartórios Eleitorais do Sul de Minas

Escrito por em 12/08/2022

As novas urnas que serão utilizadas nas Eleições 2022 começaram a chegar ao Sul de Minas. O Cartório Eleitoral de Varginha já recebeu 411 equipamentos, que serão distribuídos também para Elói Mendes e Carmo da Cachoeira. A tecnologia conta também com novo sistema para o trabalho dos mesários.

Antes de chegarem a Varginha, as 411 urnas passaram por uma série de testes de segurança e, agora, passaram por outros. Os equipamentos são do modelo 2020, mas não foram utilizadas nas eleições municipais realizados há dois anos. Elas foram desenvolvidas em Santa Rita do Sapucaí logo após o pleito daquele ano.

O técnico judiciário do Cartório Eleitoral de Varginha, Luiz Gustavo Chaves, explicou que, a nova urna deixou mais visível as fotos dos candidatos no leitor (veja a ordem de votação mais abaixo). Ele salientou, ainda, que a votação só é encerrada após o eleitor confirmar ao ver a imagem e o nome do candidato, confirmando posteriormente.

“A urna não passa para frente sem que de fato o eleitor veja o candidato dele. Só após confirmado é que libera para a votação no próximo cargo”, disse.

Ordem de votação:
Deputado Federal
Deputado Estadual
Senador
Governador
Presidente

O técnico judiciário também explicou que o equipamento também possui um novo terminal para o mesário. Nele, o profissional coloca o número do título de eleitor da pessoa e libera a urna para votação.

O sistema, segundo ele, faz com que o mesário saiba em qual parte da votação o eleitor está. Desta forma, o técnico explica que é possível evitar problemas de que o eleitor esteja tentando votar para um cargo diferente da sequência de votação.

“Tivemos em eleições anteriores casos de pessoas dizendo que não estavam vendo o candidato, ou que o candidato não aparecia. Ai quando comparecíamos à seção para ver o que estava acontecendo, a pessoa estava votando em um cargo com um número que não correspondia a nenhum candidato. Ai não apareceria mesmo”, falou.

O técnico judiciário pontuou, ainda, a situação dos mesários. Ele alerta que as pessoas que se candidataram para a função precisam confirmar a participação pelo email.

“As pessoas que se colocaram como mesários, já fizemos a nomeação de todos os mesários, então provavelmente [quem se candidatou] já recebeu um email. É preciso fazer a confirmação no sistema, precisamos que todos os mesários confirmem para que todas as mesas estejam prontas e possamos dar andamento a outras situações. Se não ficamos presos nesta questão dos mesários”.

Características da urna
Segundo informações do TRE-MG, a urna eletrônica modelo UE2020 tem um visual ligeiramente diferente dos modelos anteriores. O teclado fica abaixo da tela, e não mais ao lado. A tela, aliás, tem mais qualidade de vídeo, o que melhora a visualização de informações e fotos.

O terminal do mesário não tem mais teclado físico. Na nova urna, ele tem tela sensível ao toque (touchscreen), como em smartphones.

Quanto ao funcionamento da nova urna eletrônica, o processador é 18 vezes mais rápido que o modelo anterior, e a bateria terá duração por toda a vida útil da urna (10 a 12 anos), reduzindo os custos de manutenção.

Além disso, o modelo UE2020 conta com algoritmo criptográfico dos mais apurados atualmente disponíveis. E tem certificação pela Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP Brasil).

Conforme o TRE-MG, isso significa que um laboratório certificado pelo Instituto Nacional de Pesos e Medidas (Inmetro) fez uma avaliação do programa embarcado e do código-fonte e verificou que eles atendem plenamente aos requisitos do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI), que define as regras da ICP-Brasil.

Acessibilidade

Em 2022, tanto a urna UE2020 quanto aquelas de modelos anteriores terão novidades para facilitar o voto das pessoas que têm deficiência auditiva ou visual. Uma intérprete de Língua Brasileira de Sinais (Libras) indica o cargo que estão em votação em cada etapa.

O sintetizador de voz foi aprimorado. Além de melhorias na qualidade geral do áudio, agora são falados os nomes de vices e suplentes. Nas Eleições 2020, por exemplo, a urna só emitia um som informando o nome da candidata ou candidato titular.

E, para maior fidelidade na fala dos nomes dos concorrentes, é possível cadastrar um nome fonético. Isso significa escrever o nome do jeito que ele é falado. Assim, o software não erra e fala o nome dos candidatos e das candidatas corretamente.


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]