Deputados cobram melhorias nas rodovias sob gestão do Estado

Escrito por em 02/07/2021

Secretário ouve reclamações sobre precariedade de estradas em todas as regiões. Outros modais também são criticados.

O estado precário das rodovias sob responsabilidade do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) e a necessidade de obras, boa parte delas emergencial, foi a tônica das cobranças feitas na manhã desta sexta-feira, 02, pelos deputados ao secretário de Estado de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato.

O secretário foi a autoridade do Governo do Estado convocada para a audiência pública que abriu o último dia desta edição do Assembleia Fiscaliza. Criado pela ALMG em 2019, o Assembleia Fiscaliza tem justamente como objetivo reforçar o papel fiscalizador do Poder Legislativo sobre o Poder Executivo. Desta vez, o debate foi organizado pelas Comissões de Transporte, Comunicação e Obras Públicas e de Assuntos Municipais e Regionalização da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

Os parlamentares apontaram vários pontos da malha rodoviária estadual, e da federal sob gestão do Estado, que comprometem a mobilidade e, consequentemente, impedem o pleno desenvolvimento dos municípios mineiros. Entre outros temas, também foram feitas cobranças relacionadas à recuperação do modal ferroviário, aos aeroportos regionais e às obras do Rodoanel Metropolitano – neste caso, tanto por maior agilidade quanto questionando sua real necessidade e impactos.

Em linhas gerais, o secretário defendeu, tanto na sua apresentação inicial quanto nas respostas aos parlamentares, o programa de concessões como melhor alternativa para implementar melhorias na malha rodoviária mineira. Já o Rodoanel será viabilizado, segundo os planos do Executivo, com recursos do acordo de reparação judicial celebrado pelo Executivo estadual com a Vale.


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]