Bombeiros realizam simulação de incêndio no Hospital Gedor Silveira em São Sebastião do Paraíso

Escrito por em 24/11/2022

O Corpo de Bombeiros de São Sebastião do Paraíso realizou na tarde de terça-feira, 22, um simulado de incêndio e emergência. Durante o treinamento, feito pelos soldados do 2º Pelotão, foram desenvolvidas várias ações, desde o deslocamento da guarnição de socorro até o resgate e atendimento de vítimas. A Santa Casa de Passos também divulgou que hoje, 24, às 13h, ocorrerá uma simulação de incêndio na instituição com a presença dos bombeiros e integrantes da Segurança do Trabalho.

Conforme informações dos bombeiros em Paraíso, o simulado de emergência representa de forma realista uma situação de risco, que durante a ação todos os profissionais envolvidos seguem de forma padronizada. Ainda segundo o órgão, no caso do Gedor Silveira o objetivo do treinamento consistiu em reconhecer de forma rápida uma possível emergência e tomar as medidas corretas, de forma segura e ordenada resguardando a vida e também minimizando possíveis prejuízos à edificação.

A ação no município foi planejada e coordenada pelo tenente Monteiro, comandante do 2º Pelotão, onde contou com a participação de sete bombeiros militares e um caminhão autobomba de combate a incêndio. A operação já foi realizada em escolas e outras instituições da cidade.

Segundo os bombeiros, ao todo 10 pessoas, entre profissionais de saúde e colaboradores do hospital, fizeram os papéis de brigadistas que são responsáveis pelas ações de emergência. Eles desenvolveram atuações no sentido de identificar o princípio incêndio e acionamento do alarme de incêndio. Também houve o acionamento do Corpo de Bombeiros e a evacuação de emergência.

O treinamento simulou uma situação real de incêndio e ocorreu de modo parcial no hospital, somente nas alas masculinas e setores administrativos, abrangendo a remoção de 50 pacientes. O simulado teve duração de cerca de quatro minutos, com tempo resposta da guarnição de incêndio em menos de um minuto. A ação compreendeu o deslocamento do caminhão autobomba tanque e salvamento da sede da corporação até o hospital. Simultaneamente houve a retirada de todos os ocupantes para um local seguro e pré-determinado. A remoção foi feita de forma rápida e ordenada pelos brigadistas em menos de três minutos.


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]