Apesar de preocupação com ômicron, taxa de ocupação de leitos segue em baixa no Sul de Minas

Escrito por em 04/01/2022

Apesar da recente alta de novos casos de covid-19 causada pela presença da variante ômicron, a taxa de ocupação de leitos de UTI no Sul de Minas está em menor nível do que estava há um mês atrás.

Conforme dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), a taxa geral de ocupação de leitos de UTI está atualmente em 41,77%, sendo que apenas 7,48% dos leitos destinados ao tratamento da Covid-19 estão ocupados.

Há cerca de um mês, no dia 5 de dezembro, a taxa de ocupação geral estava em 44,55% e a taxa exclusiva de leitos de covid-19 era de 9%.

A queda também pode ser percebida em relação aos leitos de enfermaria. Há um mês, o Sul de Minas tinha uma ocupação de 56,63% em leitos de enfermaria. Hoje, ela é de 45,51%. A proporção ocupada por pacientes de Covid-19 teve pequena alta, de 1,19% para 1,62%.


Preocupação com ômicron

A preocupação com a ômicron acontece após o Estado já ter confirmado a presença da nova variante em pelo menos 31 amostras de pacientes em várias cidades da região. Só em Extrema, foram 23 casos confirmados em pacientes de uma empresa que participaram de uma confraternização.

No entanto, os dados da SES-MG indicam que esse número já é bem maior, o que pode explicar o aumento repentino de casos da doença que vêm sendo registrado pelos municípios nos últimos dias.

Só na semana passada, a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) confirmou 862 casos da doença na região, o maior número de confirmações desde a última semana de outubro. Na semana anterior, o número de confirmações era de 299, o menor desde o início da pandemia.

O que se sabe da ômicron

Se você pegar a ômicron, é menos provável que adoeça gravemente do que com as variantes anteriores.

Estudos em todo o mundo estão pintando um quadro consistente de que a ômicron é menos agressiva do que a variante delta, com uma chance até 70% menor de pessoas infectadas acabarem no hospital.


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]